São Paulo | Candidata a Vereadora | Eleições 2016



Compartilhe este Perfil

“É possível exercer um mandato sem corrupção, economizando dinheiro público e sonho em fazer de São Paulo um polo ainda mais desenvolvido no fomento ao empreendedorismo.”

FALE COMIGO

Janaina Carla De Lima Pascalichio

Quem é

Advogada, pós-graduada em Direito Público, Membro Global Shapers Hub World Economic Forum (São Paulo/Brasil), Membro da Rede Nexus Brazil Youth Summit, Membro do Mulheres do Brasil – grupo que reúne as 100 maiores lideranças femininas brasileiras. Voluntária no Rotary Internacional – Distrito 4610. Gerente do Agenda de Desenvolvimento Regional, da Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Regional do Governo do Estado de São Paulo/ Brasil (2014/2015), Coordenadora de Juventude da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do Governo do Estado de São Paulo/ Brasil (2012/2013).

Conselheira 2012/2013 do CONED – Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas do Estado de São Paulo, Membro (2012/2015) do Comitê Intersecretarial da Coordenação de Políticas para a Diversidade Sexual da Secretaria de Justiça e Cidadania do Governo do Estado de São Paulo/Brasil, Presidente do Rotaract Club SP – Campo Limpo (2006-2008), Voluntária (2006/2008) na Associação Aliança Feminina (entidade voltada à prevenção do câncer, planejamento familiar e atendimento especial às jovens e idosas), Voluntária na Associação das Mulheres de Paraisópolis (entidade feminista com sede na 5ª maior favela da América Latina – Paraisópolis.

Contribuiu com poder público no desenvolvimento de políticas públicas de empoderamento das mulheres), Voluntária da ABRAPAHP – Associação Brasileira de Programas de Ajuda Humanitária Psicológica (OSCIP criada para oferecer assistência focal e breve, com excelência prática, teórica e profissional; a pessoas danificadas por crises, em função de catástrofes naturais e provocadas pelo homem). Voluntária no GRAACC – Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer e Voluntária no S.O.S Mata Atlântica.

Janaína Lima nasceu na periferia da Zona Sul de São Paulo/Brasil, se auto-alfabetizou aos 5 anos e na adolescência idealizou, junto com amigos, o maior projeto de alfabetização de jovens e adultos de iniciativa popular – Escola do Povo. Desde então, liderou ações sociais, que lhe renderam destaque. Seus projetos foram premiados com o Prêmio Dolce Vita (2006 2007 e 2008). Em 2008, recebeu o Título de “Companheira Paul Harris”, prêmio de destaque internacional do Rotary Internacional, sendo um de seus projetos escolhido como projeto-modelo pela Bill & Melinda Gattes Foundation.

Em 2012, recebeu também o Prêmio 1º Safira do Rotary Internacional pelo projeto de ajuda humanitária em prol dos jovens brasileiros, especialmente, amparo aos familiares dos jovens vitimados pela trajedia de Santa Maria/RS.

Em 2005, conquistou o Prêmio Jovem Empreendedor, da Associação Comercial de São Paulo do Campo Limpo, distrito da Zona Sul da Capital, sendo posteriormente convidada para liderar ações de empreendedorismo.

Foi a primeira jovem mulher, vindo da periferia, a ocupar um cargo de destaque no Governo de seu Estado. Recebeu, em 2012 e 2013, o Prêmio Jovem Brasileiro, categoria gestão pública, pelos programas “Juventude contra o Crack” (beneficiando os jovens do Estado de São Paulo) e pelo projeto “Circuito Contra o Preconceito” que mobilizou o apoio de mais de meio milhão de jovens em torno da causa por meio do esporte.

Atua no desenvolvimento de políticas públicas de alto impacto, no fomento ao desenvolvimento regional e sub-regional, na promoção de parcerias sustentáveis entre poder público e sociedade civil, na defesa dos direitos dos jovens e das mulheres na América Latina. Organizadora e idealizadora de projetos sociais de grande projeção que, principalmente, fomentam o empoderamento e oportunidade ao jovem e à mulher socialmente vulnerável, com cerca de 25 milhões de beneficiários (diretos e indiretos).

Em 2013, idealizou e organizou a I Conferência de Políticas Públicas de Juventude no Mercosul e seus Desafios, com a presença de representantes de 10 países (Brasil, Argentina, Uruguai, Peru, Bolívia, Paraguai, Venezuela, Chile, Columbia e Mexico) celebrando o legado conquistado no Ano Internacional da Juventude no Mercosul (07/2012 a 07/2013) e traçando os principais desafios a serem superados com união entre os países presentes. Da Conferência nasceu o Observatório de Políticas Públicas de Juventude no Mercosul, que visa troca de experiências entre gestores e compartilhamento de políticas públicas de juventude implantadas e bem-sucedidas.

Ajudou mobilizar milhões de brasileiros ás ruas no período em que foi lider do Vem Pra Rua, movimento que nasceu para ser voz do brasileiro indignado e para resgatar os valores na política brasileira.

Hoje, candidata a vereadora de São Paulo pelo Partido Novo, vindo pra mudar a política paulista, resgatando valores éticos, respeitando a menor das minorias – o indivíduo, “é possível exercer um mandato sem corrupção, economizando dinheiro público e sonha em fazer de São Paulo um polo ainda mais desenvolvido no fomento ao empreendedorismo, em que empregada doméstica vira patroa e o jovem tendo oportunidade de fazer sua virada, sem jamais esquecer de preservar nossas crianças, os empreendedores de amanhã” – completa Janaína. Uma política inspiracional e transformadora espera por São Paulo.