Candidatos a vereadores de São Paulo pelo NOVO

Partido NOVONOVO, Partido NOVO2 Comments

Confira um pouco mais sobre a trajetória dos nossos pré-candidatos a vereadores pela cidade de São Paulo.

 

Adriana Dorça

Quem é

Paulistana de 41 anos, nascida e criada na Penha e atual moradora da Vila Mariana. Engenheira Civil com MBA voltado à Gestão do Conhecimento no Setor Público pelo Instituto Mauá de Tecnologia. Atuou na Administração Direta e Indireta da Prefeitura de São Paulo como Supervisora de Projetos e Obras, Assessora Técnica de Subprefeito, de Coordenador da Saúde e da Autarquia Hospitalar. Trabalhou no extremo leste, centro e zona sul da cidade, com contratação e fiscalização de obras e serviços de engenharia, bem como, organizações sociais.

Com 13 anos de experiência no Executivo, acumulou grande conhecimento sobre sua estrutura física, recursos e sistemática de contratação e fiscalização. Viu, na possível candidatura à Vereadora pelo Partido NOVO, a oportunidade de colocar este conhecimento em prol de toda a população, fiscalizando o Executivo e propondo medidas que otimizem seus recursos.

O foco principal de sua atuação será enxugar a máquina pública, minimizando os cargos em comissão e mostrar à população como fiscalizar as obras públicas para evitar o desvio de verbas. Além disso, fiscalizará as contas do Executivo e trabalhará pela inovação do setor público e pelo efetivo atendimento das necessidades da população.

 

André Bolini

Quem é

Paulistano de 20 anos, André é estudante universitário de Administração de Empresas na FGV-SP e de Direito na Faculdade do Largo São Francisco, da USP. Mora na Zona Sul de São Paulo, no bairro da Saúde. Definindo-se como um libertário simpático ao conservadorismo britânico, é coordenador do Grupo de Estudos John Galt. Já lecionou micro e da macroeconomia na Consultoria Júnior de Economia e sempre participou de simulações da ONU para discutir seus assuntos preferidos: política e economia.

Em 2013, André conheceu o Partido NOVO ainda em sua fase de coleta de assinaturas. A partir de então, identificando-se com as propostas e ideias trazidas pelo NOVO, acompanhou com entusiasmo a ascensão de um grupo político com a coragem de levantar bandeiras liberais para o Brasil. Com o registro no TSE, filiou-se e, logo, entendeu que, para renovar a política, participar diretamente seria essencial.

O foco da atuação de André será junto ao fomento do empreendedorismo e do micro, pequeno e médio empresário. Além disso, abordará com muito rigor a fiscalização das finanças públicas e o corte de gastos da Câmara Municipal. Vale também destacar sua atenção e crítica para com o excesso de leis vigentes, sendo outra de suas bandeiras a revogação de burocracias e regulamentações antieconômicas e desnecessárias.

 

Adriano Ortega

Quem é

Paulista de 31 anos, mestre em Economia pelo INSPER, trabalhou nos últimos anos no Unibanco e Bradesco e há dois anos está na tesouraria da Cosan. Mora na Zona Sul de São Paulo no Campo Belo apesar de ter vivido 30 anos no Alto da Lapa antes disso.  

Ao me questionar entre me mudar do país ou mudar o país, segui com a segunda opção. Entendo que os nossos políticos atuais não nos representam. Tem uma atuação que busca benefícios pessoais e não coletivos, e operam de forma ineficiente. Com isso me decidi pela pré-candidatura a uma das vagas para vereador em São Paulo.

Participar ativamente do orçamento municipal, tanto via Plano Plurianual (PPA), Lei de diretrizes orçamentárias (LDO) e  Lei orçamentária anual (LOA). Isso possibilitará a busca pela eficiência nos gastos públicos e adequação do foco de atuação da prefeitura. Outro papel importante é na influência da pauta de Leis e projetos da casa, visando enxugar o tamanho do estado e em barrar iniciativas danosas ao indivíduo e à iniciativa privada.

 

Agnes Helena

Quem é

Paulista, 31 anos, Mestra em Arquitetura e Urbanismo formada pela USP (mestrado – 2015 e graduação – 2010) com especialização em patrimônio cultural e planejamento urbano. Trabalhou com gerenciamento e fiscalização de obras comerciais e residenciais, além de projetos na área de restauração de edifícios históricos. Hoje se dedica à sua microempresa Agnolias, no ramo de móveis e artigos de decoração. Mora na Zona Sul de São Paulo no bairro da Vila Mariana, solteira e faz trabalho voluntário para ONGs e associações.

Após concluir seu Mestrado, Agnes dedicou-se a estudar assuntos mais abrangentes como economia e administração, tendo em vista seu negócio. Na mesma época o país passava por uma intensa crise e, por incentivo de pessoas próximas, soube que o NOVO estava em busca de candidatos para as eleições de 2016. Foi então que resolveu canalizar sua inquietação e indignação com a política fazendo algo de produtivo com seu conhecimento em Urbanismo para o país, dentro de um Partido com valores e metas realistas e coerentes.

Realizar uma gestão baseada em evidências técnicas, visando aproveitar sua experiência para 1) aumentar eficiência na zeladoria e qualidade de vida urbana na escala distrital (segurança, lazer, acessibilidade, etc); 2) desburocratizar e digitalizar processos que dependem de aprovação na Prefeitura (Código de Obras, licenças de funcionamento, etc) e 3) compatibilizar ‒ com viés liberal ‒ interesses públicos e privados durante elaboração e/ou revisão de normas municipais (Planos de Bairros, Lei de Zoneamento, licitações para contratação de serviços, etc).

 

Cauê Bocchi

Quem é

Paulista de 27 anos, advogado formado pela FGV-SP, com MBA em finanças. Atualmente trabalha como advogado na área empresarial, financeira e start-ups. Trabalhou por mais de três anos em empresa concessionária de ferrovias, nas áreas jurídica, comercial e relações governamentais. Foi também articulista do Instituto Liberal e autor do prefácio do livro A Lei, uma das “bíblias “ do liberalismo, de Frédéric Bastiat. Atualmente é professor de redação no cursinho pré-vestibular da FGV-SP, voltado para alunos de baixa renda,coach de start-ups e um dos coordenadores do movimento Estudantes Pela Liberdade.

Cauê Bocchi sempre teve grande interesse por política, mas nunca se sentiu representado por nenhum dos partidos políticos até então existentes. Foi um dos entusiastas do Novo desde os primeiros anos do projeto, e decidiu tentar a pré-candidatura pelo Novo quando soube que o processo seria 100% meritocrático, além de baseado nos valores que fizeram o Novo sair do papel.

Soluções realistas para: (i) diminuição da carga tributária, (ii) maior oportunidade para pessoas carentes, (iii) estímulo às start-ups e (iv) educação ideologicamente isenta. Para a diminuição da carga tributária, Cauê Bocchi tem um projeto para recuperação da dívida ativa do município, com auxílio do setor privado. Para maiores oportunidades às pessoas mais carentes, a proposta é uma parceria entre o setor público e privado a partir da flexibilização da Lei Cidade Limpa. Para as start-ups, maior estímulos às estruturas de crowdfunding. Para uma educação de qualidade, a implantação do projeto do Escola Sem Partido.

 

Danilo Dória

Quem é

Paulistano, empresário, 35 anos. Viveu e empreendeu em diversas cidades no Brasil (SP, MA, BA) e nos Estados Unidos (CA, FL), além de vivencias profissionais em outros centros dentro e fora do Brasil. Desenvolveu veículos de investimentos e plataformas de cooperação para o mercado imobiliário,  trabalhos de turnaround e reestruturação de empresas.

Por acreditar que o seu bairro ainda tem jeito, decidiu investir seu tempo para ser voluntário do NOVO e assim fazer parte de um partido reto, claro e com objetivos bem traçados que congrega só gente de cabeça no lugar. Ser pré-candidato foi a sua forma de contribuir com a relevância e conhecimento do NOVO junto àqueles que ainda não tiveram oportunidade de conhecer esta proposta tão clara e surpreendente da política brasileira.

Acredita que o que pode ser medido pode ser controlado. Logo, a identificação e otimização de recursos ociosos é um dos pilares de atuação.  Propõe medidas de aplicação de tecnologia amigável para eliminar a burocracia sem valor agregado.

Acredita que escola em período integral  é uma ótima forma de abreviar tempo e qualidade de educação e afirma que economia colaborativa é o futuro (pagar pelo uso exclusivo de bens e serviços e não por sua propriedade). Respeito às contribuições do pagador de impostos em primeiro lugar.

 

Diego Monteiro

Quem é

Paulistano de 29 anos, Diego é formado em Ciências Econômicas Pela Universidade Presbiteriana e pós-graduado em Gestão Pública pela FESP-SP. Como profissional, ele atuou no mercado financeiro por cinco anos. O tempo de trabalho lhe rendeu experiência e conhecimento para atuar com gestão pública. Atualmente, se dedica a pré-campanha com o objetivo de ser um candidato a vereador na cidade de São Paulo pelo NOVO. Diego não tem filhos e esposa e reside no bairro de Santa Terezinha, na Zona Norte de São Paulo.

Diego ama o Brasil. Eterno inconformado com o rumo que o País vem tomando, ele vê na vida política uma forma de melhorar a vida dos brasileiros. Diego buscou conhecer a ideologia de diversos partidos políticos até encontrar o Partido NOVO, que vai de encontro com o que ele acredita ser o melhor caminho para um País mais desenvolvido, justo, democrático e com mais oportunidades. O economista percebeu que estava pronto para encarar o desafio e que atuar na cidade em que cresceu e é o começo para levar um pensamento novo para todo o Brasil.

Diego terá total comprometimento com as funções e responsabilidades que exigem um cargo legislativo. Ele estará empenhado em trabalhar em função da melhoria da qualidade de vida população, atendendo suas reivindicações, fiscalizando o Poder Executivo, desempenhando a função de mediador entre os paulistanos e o prefeito e, claro, elaborando leis, principalmente, no que diz respeito às áreas de sustentabilidade, incentivo ao esporte, inclusão estruturada de deficientes físicos no mercado de trabalho e se compromete a fiscalizar o comprometimento do prefeito em relação à Lei Orgânica.

 

Diogo da Luz

Quem é

Diogo Ribeiro da Luz, paulistano, 59 anos, casado com Sylvia há 34 anos, pai de 3 filhos: Alice, Gabriel e Laura. Produtor rural e empresário, no ramo de café, criador da marca BRAVOcafé. Piloto de Linha Aérea com 3.000 horas de experiência nacional e internacional. Tem o esporte por hobby, tendo sido recordista brasileiro em esqui aquático, praticante do ciclismo MTB por mais de 20 anos, também jogador de golfe.

Liberal convicto, sempre gostou de política, de 88 a 92 foi membro ativo do Partido Liberal, pelo qual se candidatou a vereador, com João Mellão para prefeito. Obteve 6.200 votos, com “zero” estrutura. Participou muito da primeira eleição direta pós ditadura para Presidente. Depois seguiu na vida privada. Agora, com filhos criados, vida estável e sobretudo com o surgimento do Partido Novo, que proporciona condições de fazer política com transparência e ética, resolveu se engajar novamente. No último ano atuou intensamente na Câmara Municipal, obtendo ganhos importantes na defesa dos bairros da cidade, ameaçados pelo projeto de lei de zoneamento.

Pretende seguir defendendo os bairros da cidade, para que sejam reflexo do que querem os moradores e não como quer impor o poder público.Quer também vigiar intensamente o enorme orçamento da cidade, buscando tapar os ralos dos gastos públicos, inclusive da Câmara, onde pretende reduzir as verbas de gabinete pela metade. Vai trabalhar pela abertura à livre iniciativa, todas áreas onde a prefeitura insiste em atuar desnecessariamente, como serviços funerários, administração de teatros, gestão de negócios e feiras e até mesmo escolas. O dinheiro do contribuinte só pode ser gasto para fazer o essencial e bem feito.

 

Fabio Pando

Quem é

Paulista de 51 anos, formado em administração de empresas pela FAAP, trabalhou como executivo de vendas e marketing em diversas empresas multinacionais no Brasil em diferentes segmentos da economia, como indústria, varejo, serviços e mercado financeiro. Atualmente é presidente da Horizon Consulting,  empresa de inovação em negócios. Também é professor dos curso de MBA em Branding na ESPM e Coach executivo.

Para poder contribuir com a cidade em que escolhi viver com a minha família. Para levar minha experiência de anos em gestão em empresas e negócios para o setor público, trazendo mais racionalidade, transparência e seriedade na condução das ações municipais. Quero sair da indignação com os problemas da cidade de São Paulo e colocar minha energia na gestão pública, materializando os valores do Partido Novo para construirmos uma cidade melhor preparada para as gerações atuais e futuras.   

Fiscalizar o orçamento, as finanças da cidade e as ações do prefeito, com foco na racionalidade dos gastos públicos e tolerância zero com a corrupção. Também vai se dedicar a projetos de simplificação da legislação e regulamentação, desonerando o pagador de impostos, implantando uma gestão pública eficiente, promovendo a boa governança, transparência nos gastos e estimulando a economia da cidade de São Paulo.

 

Fernando Barros

Quem é

Paulistano de 28 anos, formado em design de interiores. Começou sua trajetória profissional muito cedo, aos 18 anos, como empreendedor, fundando seu próprio escritório de arquitetura. Inspirado por seu pai e seu irmão, Fernando sempre acreditou em trabalho duro, honestidade e perseverança, foram esses valores que o levaram a alcançar reconhecimento e sucesso na sua vida. Morador da região da Av. Paulista viveu sua vida inteira na capital, cidade pela qual é apaixonado.

Depois de 10 anos no setor privado, Fernando tem o desejo de colocar seu talento a disposição para resolver problemas em prol da cidade e do bairro que lhe deram tantas oportunidades.

Esse desejo encontrou lugar e pôde tomar forma com as oportunidades proporcionadas pelo atual cenário político brasileiro, que clama por inovação e ética. Fernando tem a certeza de que o melhor modo para contribuir com a mudança e transformação desse cenário é participando ativamente da política, deixando a posição de expectador e assumindo responsabilidades se candidatando a vereador.

Implementar um modelo mais eficiente de gestão da maquina pública, que preze pela redução de atribuições e gastos garantindo maior liberdade aos indivíduos. Estar sempre atento a iniciativas pioneiras de sucesso, tanto no Brasil quanto no exterior. Zelar pela ordem pública e pelo devido respeito ás leis, valorizando a experiência dos que tem muito a dizer, sem fechar os olhos para novas ideias. Fernando é um cidadão indignado como tantos outros paulistanos, querendo transformar essa indignação em força de vontade para mudar a cidade.

 

Flávio Pedro

Quem é

Paulista de 35 anos, casado com Larissa, pai da Malu uma garotinha de 3 anos, formado em Tecnologia em Hotelaria pelo Senac e Bacharel em Educação Física pela FMU, trabalhou em ambas as áreas e há 8 anos se dedica à sua microempresa. Hoje faz parte do Partido NOVO como voluntário no Diretório Estadual de São Paulo. Mora na Zona Oeste de São Paulo no bairro de Vila Sônia.

Por achar que está na hora das pessoas de bem se unirem e mudar o jeito de se fazer política no nosso país, com o partido NOVO, pessoas que compartilham esse meu sentimento podem canalizar esforços e fazer a diferença. Quero uma São Paulo melhor para todos, com mais transparência e honestidade, menos tributos e taxas.

Um vereador tem dois papéis, um de propor e outro de cobrar e fiscalizar, pretendo propor projetos na área da educação e mobilidade urbana e concentrarei muita energia na fiscalização e zeladoria da coisa pública, temos que tratar o dinheiro do munícipe com muito respeito, quero passar um “pente fino” em tudo que for usar dinheiro público, me comprometo a usar no máximo 50% das verbas de um vereador e produzir mais do que estamos vendo lá até agora.

 

Galdino

Quem é

Moro há sete anos em São Paulo. Atualmente trabalho na liderança técnica e construção de Soluções de TI para clientes do Setor Público. Estudei Ciências da Computação (Unicamp), Especialização em Administração de Empresas (FGV) e Mestrado em Gerenciamento de Projetos (UNINOVE). Já trabalhei na Suécia e fiz cursos nos EUA. Também sou Coach de Desenvolvimento Pessoal e Profissional.

Há anos a política nacional se tornou refém de práticas nocivas ao bem-estar da sociedade e que gerou um Estado cada vez maior, que atrapalha o crescimento do país e impede que a população de fato consiga se sobressair. Isso precisa mudar. A meritocracia e o liberalismo precisam fazer parte dos anseios de nosso povo. Quero ser o porta-voz de todos que querem um país realmente nosso.

Vou elaborar projetos de lei para reduzir os custos fixos da Prefeitura e em consequência fazermos reformas para reduzir o peso dos tributos na vida dos paulistanos; rever a política de gratuidades nos serviços públicos; conceder novos serviços para a iniciativa privada; fortalecer a Educação com a introdução do ensino de computação desde a infância e estabelecer políticas de incentivo para o Empreendedorismo na cidade.

 

Genys Alves Jr.

Quem é

É corretor de imóveis, advogado, formou-se em direito em 2000 pela Universidade São Judas Tadeu, pós graduou-se MBA em Gestão Empresarial pela FGV; tem como principais características criatividade e visão sistêmica.. Sua vida profissional é marcada pela transparência e construção de caminhos alternativos visando bons negócios imobiliários de forma a atender as necessidades de moradia ou investimento de seus clientes, participando da elaboração do Manual de Boas Práticas para o mercado de terceiros publicado pelo SECOVI/SP, trazendo à teoria a sua experiência pratica do dia a dia; como advogado é um grande negociador mas também  implacável na defesa dos interesses de seus clientes.

Porque acredita que São Paulo precisa de novas lideranças políticas com capacidade para promover um novo modelo  ético  de gestão pública e  fiscalização atuando no estímulo ao empreendedorismo e da livre iniciativa. #Renovação #Trabalho #Justiça

Apresentar e defender propostas para a diminuição do tamanho do Poder Público na economia; a concessão de serviços  e a privatização de empresas da Prefeitura; cobrar e fiscalizar a gestão com eficiência visando a melhor aplicação dos recursos da sociedade e a revisão do Plano Diretor Estratégico.

 

Isabel Barcello

Quem é

Paulistana, 43 anos, profissional da área de marketing e atendimento ao cliente. Atualmente faz faculdade de Direito e reside no Tucuruvi. Desde 2013 no NOVO 30. Desenvolve a interação com as pessoas na busca de soluções e apaixonada por animais. Tem grande interesse em assuntos que afetam a vida dos cidadãos, particularmente os relacionados à mobilidade, geração de empregos, educação, segurança e saúde. O foco é muito trabalho e escutar bastante, propondo novos métodos/conceitos que atenuem os imprevistos e dificuldades do dia-a-dia. O caótico trânsito e os cuidados com limpeza e segurança, estão em minhas prioridades de governo.

Quer ser candidata para melhorar a situação das pessoas que vivem nas periferias e áreas mais pobres da cidade de São Paulo através de ações que permitam o desenvolvimento dessas regiões. Desenvolvendo a periferia e áreas mais carentes toda a cidade de São Paulo se beneficiará, pois haverá menos deslocamento de uma região para outra, melhorando a mobilidade local, o nível de violência tenderá a diminuir.

A proposta principal é retirada de entraves burocráticos, taxas e impostos de forma a propiciar livre iniciativa dos cidadãos para empreender. O trabalho familiar na produção e comercialização desses produtos serão incentivados com a diminuição da “mão pesada” do governo em nossas vidas. Como primeira decisão em respeito aos votos recebidos, me comprometo além de dar o exemplo, propor (em projeto de lei especifico) redução da verba dos gabinetes de todos os vereadores. Dinheiro extra aos abrigos públicos dos sem teto.

 

Isabel Teixeira

Quem é

Essa paulistana de 52 anos, formada em Engenharia Civil pela POLI-USP, dedicou-se à família e trabalhou nos últimos anos como engenheira perita em entrega de obras. Mora na Zona Sul de São Paulo, no bairro do Morumbi, é casada com Júlio César com quem tem 3 filhos adultos: Júlia, Lucas e Luisa.

Depois de escutar a vida inteira que política é coisa de bandidos, Isabel conheceu o Partido NOVO e percebeu que havia uma possibilidade de mudança nesse paradigma. Com suas obrigações familiares aliviadas com a independência dos filhos, decidiu se pré-candidatar a uma das vagas para vereador em São Paulo.  

Em sua atuação pretende cumprir um dos papéis importantes do vereador que é o de fiscalizar a aplicação das leis e o bom funcionamento da administração pública, desde a apresentação de projetos até sua execução, com foco no licenciamento e certificação de obras na cidade.

 

Joanna Douat

Quem é

Nascida em Nova Iorque, mas criada em São Paulo desde o primeiro ano de idade.

Filha de mãe portuguesa e pai catarinense, que escolheram São Paulo como lar.

31 anos, Professora de microeconomia, consultora de empresas e pesquisadora do Instituto de Finanças da FGV. Doutoranda em marketing internacional, com mestrado pela HEC Paris e London School of Economics. Pós-graduada em economia e graduada em administração de empresas, ambos pela Fundação Getúlio Vargas. Experiência profissional nas áreas de Marketing e Finanças, tendo trabalhado em grandes empresas, brasileiras e estrangeiras.

Resolvi me lançar candidata pelo NOVO por me identificar com os valores do Partido e por acreditar que a administração pública precisa ser administrada eficientemente, com metas de produtividade e de mensuração de resultados.

Aproximar a população de São Paulo dos assuntos da Gestão Pública, para que o cidadão comum entenda e tenha acesso ao cotidiano da Câmara Municipal, de maneira simples e direta.

Criar mecanismos para uma maior transparência e prestação de contas por meio de plataformas digitais, lutando pela redução do Estado. Quero conscientizar a população de que quanto mais transparente e menor for o Estado, haverá menos espaço para corrupção e mais liberdade para o indivíduo.

 

João Ortega

Quem é

Paulistano de 36 anos, formado em Comunicação Social e pós-graduado em Gestão Pública. Atuou em empresas de tecnologia na área de relacionamento com clientes e, após o nascimento de sua filha, percebeu a importância de lutar para deixar um mundo melhor para as gerações futuras.

Atuou como assessor parlamentar na Câmara de São Paulo por três anos e aproveitou a oportunidade para conhecer melhor o Legislativo Municipal.

Mora no Tatuapé e é criador de um movimento para tornar o bairro ainda melhor fazendo a ponte entre os moradores e o poder público na resolução dos problemas cotidianos da região.

Viu muitas oportunidades para melhorar a gestão pública no período em que atuou na Câmara. Com o surgimento do NOVO, viu a valorização da liberdade individual e da gestão pública eficiente e decidiu usar sua experiência de vida e visão de mundo para fazer a diferença.

Apresentar às pessoas uma forma eficiente e transparente de gerir um gabinete e abrir espaço para que seus eleitores possam acompanhar e participar ativamente do mandato.

Focará na fiscalização da prefeitura para que o poder público cumpra seu papel e entregue serviços de qualidade aos cidadãos.

 

Joaquim Fanton

Quem sou

Sou engenheiro, 46 anos, casado com a Renata e pai do Tiago. Moro no Estado desde 1982 e na cidade desde 1994. Sou formado pela UNICAMP, MBA pela ESPM e atuo há 23 anos na indústria de TI, atuando em empresas como TIVIT, SAS Institute, Oracle, CGI e Software AG. Fui empresário por 8 anos, sofri na pele os castigos e barreiras que o Brasil impõe a quem ousa empreender. Sou um entusiasta da aplicação da tecnologia em soluções de governo eletrônico.

Estava cansado de só me indignar diante dos problemas do nosso país. Tinha vontade de me engajar na política, de fazer algo para mudar, mas não via opções partidárias nas quais acreditasse. Tínhamos muitas siglas, mas nenhum partido de verdade. Entrar sozinho numa estrutura política corrompida seria loucura ou energia perdida. O Novo mudou isso e representa um projeto no qual acredito e do qual quero participar. Sei que posso ajudar a levar esse projeto adiante.

Nosso Estado é inchado, caro e ineficiente. Muito dinheiro mal gasto, pouco para investir em educação, transporte e saúde. Para ter fôlego para investir no que é prioritário, é preciso identificar e eliminar ineficiências. Minha prioridade será combater a corrupção, desvios, projetos sem sentido e desperdícios, empregando a tecnologia da informação. A TI é usada com sucesso em todo mundo como uma poderosa aliada na promoção da eficiência, da melhoria da comunicação e da transparência, mas no Brasil ainda é muito pouco empregada no setor público.

 

José Carlos Toledo

Quem é

Paulistano, Engenheiro Civil e Administrador pelo Mackenzie, MBA Gerencia Projetos FGV-RJ. Trabalhou em Gerenciamento de Contratos e Projetos de EPC de Grandes Empreendimentos no BRASIL e no Exterior para empresas como ITAÚ, PETROBRÁS, RIO TINTO, TELEMAR, GM-OPEL, MODEC, TOYO, ROCHE, GLAXO e CARREFOUR. Diretor Técnico e Proprietário da ABACUS EAG desde JUNHO 1996 desenvolvendo Planejamento, Custos, Gerenciamento e Estudos de Viabilidade para empresas brasileiras e multinacionais. Mora na Zona Sul de São Paulo no bairro do Alto da Boa Vista, é casado com Alexandra Koslovsky, tem 3 filhos, Thiago, André e Lígia mais 3 netos, Ana Clara, Levi e Pedro.

Os políticos devem encarar os seus mandatos como uma doação de conhecimento e energia para o bem do seu pais: O BRASIL passando de país do futuro para ser o País do Presente, deixar de ser um país grande para ser uma Grande Nação.

Resgatar os valores de uma sociedade justa e eficiente: mais cidadão e menos estado, mais ação e menos burocracia, mais projetos concluídos com menos elefantes brancos e menos impostos: como vereador usará 1/3 da verba e pessoal utilizados atualmente bem como doará mensalmente 50% de sua remuneração para instituições de caridade.

 

Júlio Casarin

Quem é

Advogado militante, Julio Casarin atua na área do Direito Trabalhista e Direito Civil. Foi Vice Presidente da Associação dos Advogados Trabalhistas de São Paulo e Autor da tese “O aprimoramento do Ensino Jurídico” publicada no VII Congresso Brasileiro de Direito Constitucional. Escritor de livros jurídicos. Foi Membro da Vigésima Turma do Tribunal de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção São Paulo. Em quase 30 anos de militância na advocacia contenciosa e consultiva, advogou para Pessoas Físicas e Jurídicas, Servidores Públicos e Associações de Classe. Ativou-se em inúmeros Congressos, Seminários, e eventos jurídicos no Brasil e no exterior, tendo sido um dos organizadores do Primeiro CID – Congresso Internacional de Direito Brasil-Europa. Atualmente vinculado ao maior escritório de advocacia do Brasil (NWADV). Cristão, desenvolve trabalhos na área de assistência social em creches e asilos. Praticante e amante de Corridas de Rua.

No ano de 2015, resolveu participar mais ativamente da política e passou a exercer advocacia pro-bono para a organização “Revoltados on line”. Filiado ao NOVO desde 2016, impetrou diversas medidas judiciais, sendo um pedido de impeachment junto à Câmara dos Deputados e ações populares, entre as quais destacam-se aquela que pede o fim das regalias para a Presidente afastada e a devolução aos cofres públicos dos valores gastos na viagem não oficial feita pela então Presidente da República a Lula no dia 05 de março de 2016. Para continuar na luta, com foco no Estado mínimo e em um Brasil livre de impunidade e corrupção, decidiu ser pré-candidato a Vereador em São Paulo.

Incentivar o empreendedorismo, em especial na criação de leis que fomentem as “creches em casa”, a saúde popular, com um posto a no máximo 1,5 km de cada microrregião e na falta deste, voucher para a população; educação de qualidade nas escolas públicas e quando deficitária, incentivo à privatização do ensino. Fiscalização constante e vigorosa do Executivo

 

Júlio Sérgio  

Quem é

Paulistano de 39 anos, formou-se em Engenharia Naval pela USP e tem pós graduação em finanças pelo IBMEC. Trabalhou em empresas do setor financeiro e industrial no Brasil.

Em contato com o NOVO desde a sua fundação, sempre partilhou dos mesmos princípios e ideias do Partido. Mais recentemente resolveu que era hora de colocar a mão na massa para levar os conceitos de Estado menor e mais eficiente adiante, e se inscreveu na seleção para candidatos a vereador em São Paulo para a eleição em 2016.

Se eleito, pretende atuar fortemente para melhorar as condições da Educação, da Saúde e da Mobilidade na cidade de São Paulo, através da proposição de leis que criem condições para que a iniciativa privada esteja cada vez mais presente nessas áreas, trazendo serviços com qualidade superior a custos mais baixos.

 

Kátia Bueno

Quem é

Paulista de 43 anos, apaixonada por pessoas, inovação e processos de transformação, é  formada em Tecnologia da Informação pela FATEC, tendo trabalhado por 20 anos em diversas empresas e bancos multinacionais como consultora e gerente de projetos em tecnologia. Há 5 anos fez uma mudança de carreira e passou a atuar como coach, ajudando pessoas a realizarem seus objetivos profissionais e pessoais. Mora na zona sul de São Paulo, no bairro Saúde.

Em 2015 conheceu o Partido NOVO e, em virtude do cenário da política atual no Brasil, passou a entender que precisava participar mais da vida política e começou a estudar o assunto através de livros e cursos online. Depois de alguns meses, sentindo um forte chamado interno, e com o firme propósito de ajudar a construir um novo Brasil, decidiu se pré-candidatar a uma das vagas para vereador em São Paulo.

Pretende atuar na fiscalização das finanças, desde o orçamento até a execução dos projetos, utilização de verbas públicas e repasses para organizações ou terceiros. Também vai se dedicar a projetos de lei que possibilitem mais transparência sobre o uso do dinheiro público e projetos que melhorem a educação, saúde e segurança do município. Uma de suas propostas iniciais será na área de educação, buscando propor a inclusão de práticas, desde o ensino fundamental, que ajudem a construir um cidadão mais consciente do seu papel na sociedade.

 

Leo Lima

Quem é

Paulistano de 39 anos, formado na Faculdade de Direito do Largo de São Francisco, é Procurador do Município de São Paulo, advogado, professor de Direito Administrativo, diretor do Instituto Brasileiro de Direito Médico e empreendedor. Embora componha os quadros da Administração Municipal, defende a redução da máquina pública e a eficiência na prestação dos serviços essenciais. Casado com Juliana e pai de Mariana e Ana Luísa.

Procurador desde 2004, conhece todas as Subprefeituras da Capital, bem como as necessidades específicas de cada região (os problemas de Itaquera não são os mesmos dos Jardins). Acredita na possibilidade de implantar soluções inovadoras, concretas e juridicamente viáveis, que não representem aumento da carga tributária aos cidadãos. Cansado de lutar contra “moinhos de vento” em redes sociais, resolveu ir à luta por uma cidade melhor.

Pretende aumentar os mecanismos de controle sobre os gastos públicos e promover a implantação de instrumentos legais de parcerias público-privadas nas áreas de educação, administração hospitalar e mobilidade urbana. Na área de zeladoria urbana, pretende regulamentar. entre outros a arrecadação por abandono (existente no Código Civil desde 2002, mas nunca utilizada por falta de regras específicas),eliminando, sem custo para o Município, os terrenos ociosos e promovendo a regularização fundiária nas zonas de baixa renda.

 

Luiz Aguilar

Quem é

Paulistano criado no tradicional bairro do Cambuci, formou-se engenheiro e posteriormente cursou MBA pela Fundação Dom Cabral. Foi também árbitro da Federação Paulista de Basquete e professor universitário. Em sua vida profissional, sempre representando empresas brasileiras, viveu como expatriado em diversos países da Europa, América do Norte e Ásia, o que lhe confere uma visão cosmopolita de políticas urbanas, as que funcionam e as que não funcionam. É casado em tem dois filhos criados. Reside hoje na Vila Mariana.

Sempre interessado em política, mas nunca participando dela diretamente, Aguilar encontrou no Partido NOVO um alinhamento de ideias e valores liberais que realmente podem transformar o Brasil em um país admirável. Tendo construído uma vida dedicada ao trabalho e a família, chegou a hora de retribuir sua experiência para a sociedade com uma nova visão do político que valoriza o cidadão e trabalha para uma sociedade mais livre e justa.

Sua plataforma como vereador de São Paulo será a de imprimir a eficiência e austeridade na administração do bem público. Fiscalização do poder executivo, escolha dos melhores projetos para a cidade, fim do desperdício do dinheiro público serão a marca de suas ações.

 

Luiz Módolo

Quem é

Paulistano de 37 anos, bacharel, mestre e doutorando em Direito Internacional pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo. É advogado público concursado desde 2002, tendo trabalhado como procurador federal na Advocacia-Geral da União. Trabalha desde 2005 na Prefeitura de São Paulo como procurador do Município, tendo sido assessor nas Secretarias Municipais de Segurança Urbana e de Gestão. É professor de Direito Internacional e Constitucional no Fabre Cursos e na Escola Superior de Advocacia da OAB-SP. É autor do livro “Genocídio e o Tribunal Penal Internacional para Ruanda” (editora Appris, 2014). Mora no Campo Belo, na Zona Sul de São Paulo, com sua esposa Larissa.

Em 2013 Luiz conheceu o NOVO e ajudou na coleta das assinaturas necessárias para o registro do partido perante a Justiça Eleitoral. Desde então continuou como voluntário e se dispôs a ajudar ainda mais, saindo como pré-candidato a vereador em São Paulo, a fim de permitir o começo da reconstrução do Brasil.

Atuará focado na fiscalização das finanças municipais, evitando o desperdício de verbas públicas, com base em sua experiência na administração municipal. Os seus projetos de lei serão voltados à redução de exigências desnecessárias que atrapalham o comércio. Dedicará também atenção à segurança pública e à interação do Município de São Paulo com a Justiça, incentivando formas alternativas de resolução de conflitos e reduzindo o número de ações judiciais da Prefeitura.

 

Naomi Yamaguchi

Quem é

Graduada na FGV em Administração de Empresas, mestrado em Estratégia de Empresas pela Universidade Paris X e doutoramento na HEC e INSEAD, poliglota, é Interculturalista, explicando como conquistar credibilidade, colaboração e liderança em várias culturas nacionais. Voluntária na Missão Paz e na Congregação Israelita Paulista junto aos refugiados e às famílias em luto. Ganhou sem ajuda de advogado uma causa sozinha no Tribunal britânico.

Por trabalhar com culturas nacionais há vários anos, acredito que mudanças reais apenas acontecem indo no âmago da questão que são os valores, os processos e a cultura do Brasil. Criar o protagonismo do indivíduo necessita de vontade política. Senti a necessidade de agir não mais esperando a boa vontade dos dirigentes mas conquistando o direito de contrapor ativamente as barreiras institucionais que impedem o crescimento do nosso pais.

Criar mais SEGURANÇA para o cidadão da Cidade de São Paulo no seu dia-a-dia, tornando a proteção próxima mais efetiva. Fazer uma FAXINA LEGISLATIVA que destrave o Mercado e a livre iniciativa. Introduzir novas metodologias de educação nas escolas públicas que provenham habilidades e capacidades às crianças para lidarem com o mundo e explorarem as oportunidades e desafios.

 

Naomy Schölling

Quem é

Formada em Tradução-Interpretação e Letras, após morar 4 anos em Londres e trabalhar 7 anos no mercado financeiro em SP, resolveu transformar hobby em profissão e foi estudar teatro na Escola de Arte Dramática – USP.  Artista multifacetada, protagonizou óperas no Teatro São Pedro e Municipal de SP, fez parte do Teatro Oficina e agora atua em Teatro Musical.  Seu projeto infantil Opereta da Gramática uniu, de forma inédita e divertida, ópera e ensino de Sintaxe. Ama os animais e, por isso, não come carne.

Inconformada com os abusos, absurdos e estragos dos últimos governos e dos quadros políticos brasileiros, decidiu deixar de se lamentar pelo facebook e partir para a ação.  Vinha acompanhando as postagens do Partido Novo há algum tempo quando se filiou em 2015. Acredita que, se pessoas bem intencionadas unirem esforços e se engajarem, podemos mudar a cara safada da nossa política.

Além de acompanhar atentamente as finanças da cidade, priorizará transparência total e corte de gastos. Tem um xodó por Primeira Infância, Idosos sem autonomia de locomoção e Causa Animal.  Vê como um desafio a ser conquistado a questão da Segurança a nível municipal.  Acredita que CULTURA deva ser utilizada como poderoso e eficaz instrumento de educação e resgate (de valores e seres humanos). Proporá e apoiará iniciativas de melhoria das condições precárias em que se encontra nossa abandonada e querida cidade de São Paulo.  

 

Nilton Rossano

Quem é

Paulista de 58 anos, com formação técnica em Meio Ambiente e Gestão Pública e graduado em Pedagogia pela Universidade Anhembi Morumbi.Trabalhou na iniciativa privada onde exerceu funções de gerência das áreas administrativa e comercial, sendo que nos últimos 04 anos é servidor público vinculado à Secretaria de Educação do Município de São Paulo. Mora no bairro de Pinheiros, zona oeste de São Paulo. Casado, tem 04 filhos e dois netos. Sua paixão: família e trabalho.

Preocupado com a crise moral e política em nosso país, Rossano decidiu participar mais ativamente da política. Em 2013 conheceu o Partido NOVO, se identificou com os princípios e valores propostos e pouco tempo depois se voluntariou começando a participar das atividades do partido. Para mudar as velhas práticas políticas entende ser necessário renovar a classe política . Convicto da importância de disseminar os ideais do NOVO decidiu se pré-candidatar a uma das vagas para vereador em São Paulo.  

Fiscalizar os atos do executivo, principalmente em relação aos gastos públicos e o destino desses recursos. Acompanhar de perto as ações da Secretaria de Educação e propor iniciativas e projetos que requalifiquem a Educação no município e discutir e propor alterações na estrutura administrativas do executivo visando enxugar a máquina com intuito de realocar mais recursos para áreas como saúde e segurança.

 

Paulo Pimentel                                

Quem é

Paulistano, 36 anos, formado em medicina com residência em oftalmologia pela FAMERP, morador da zona sul no bairro do Paraíso, solteiro, tem dois filhos, Guilherme e Doc (cãozinho de estimação), ambos com 4 anos. Rodou o mundo estudando e trabalhando desde os 15 anos e hoje se divide entre SP, Franco da Rocha, Mato Grosso e o mundo atuando como médico oftalmologista privado e SUS e médico clinico voluntário do INSTITUTO KALEO, organizando missões humanitárias ao redor do globo.

Desde a adolescência ao se engajar, participando e ou organizando projetos sociais, percebia a necessidade de uma participação mais eficaz da sociedade civil em prol de sua comunidade, e nos últimos anos, percebeu que esse trabalho de formiguinha deveria alcançar maiores níveis de abrangência e eficácia, e encontrou no PARTIDO NOVO, uma pedra fundamental, de ideias, ações e planejamento que corrobora suas posições e engajamento

Focar em projetos sociais que diminuam a aflição dos mais necessitados e vulneráveis , aumentar a transparência e publicidade de atos do executivo e legislativo, trabalhar em função da diminuição de gastos com a máquina pública e estabelecer em São Paulo de uma vez por todas as metas do milênio ainda não atingidas.

 

Pedro Turati

Quem é

Paulistano casado com Fabiana e pai da Cecilia (de 1 ano); com 36 anos é engenheiro eletrônico formado pelo Mackenzie e atua como gestor de projetos há mais de 10 anos. Cresceu na zona Leste de SP (Vila Ré) e depois de casar-se em 2012 mudou para zona Oeste no bairro Jaguaré. Trabalhou com empresas privadas e estatais onde entendeu a urgente necessidade de privatizações de estatais e deixar o mínimo essencial nas mãos do estado.

Acompanhando política desde 2010, não tinha identificação e representatividade com nenhum partido político até conhecer o Novo através do amigo de colégio João Marcelo Ortega. Após o registro do partido em 2015 filiou-se e resolveu ser candidato para colocar a experiência profissional da vida privada no setor público. Planejamento, redução de custos, compromisso com resultados e prestação de contas adquiridos na profissão serão colocados em prática na carreira pública.

Infraestrutura e mobilidade serão as principais bandeiras defendidas na câmara. Como engenheiro e com experiência no setor de transportes e telecom entende que infraestrutura e mobilidade são gargalos importantes a serem superados para haver crescimento sustentável e com planejamento. Estes são itens que interferem diretamente na qualidade de vida do cidadão.

 

Raul Monegaglia

Quem é

Paulistano de 35 anos, formado em Administração de Empresas e Direito pela FAAP, trabalhou em departamentos jurídicos de empresas até montar seu próprio escritório de advocacia. Hoje se dedica a consultoria jurídica para empresas e escritórios de advocacia. É Coach habilitado pela Sociedade Brasileira de Coach. É casado e tem duas filhas.

Para parar de assistir passivamente aos desmandos que estão fazendo com esse Pais. Se não houver uma mudança de dentro para fora, nada vai adiantar. É preciso mudar para garantir o futuro de nossos filhos, e essa mudança deve ser iniciada em minha cidade.

Como vereador, fiscalizarei a gestão do prefeito para que seja eficiente, com alocação de recursos de forma eficiente. Proporei a introdução de performance bonds para as obras públicas municipais, garantindo, através de uma seguradora, prazos, preços baixo e excelência das obras realizadas. Buscarei propor e apoiar medidas que visem a diminuição do poder publico, para que seja mais ágil, barato e eficiente.

 

Ricardo Mellão

Quem é

Paulistano, 30 anos, advogado formado pelo Mackenzie, com especialização em direito administrativo pela FGV e cursando MBA em Gestão Pública pela FGV. Consultor na GO Associados, consultoria multidisciplinar que desenvolve projetos e soluções em parcerias público privadas (PPPs), regulação, economia e defesa da concorrência. Tem experiência em gestão pública na Prefeitura de São Paulo na Sec. de Governo e na Coordenação de Subprefeituras.

O momento político exige renovação nos quadros políticos e o NOVO surge justamente com essa proposta. Como vereador, Ricardo terá como objetivo ajudar a reduzir o abismo entre o que se paga de impostos em São Paulo e o que se tem de retorno em serviços públicos. Sua experiência acadêmica e profissional lhe tornam apto para assumir esse desafio com eficiência e transparência.

O mandato terá como objetivo principal a fiscalização dos processos e das finanças da prefeitura através de equipe de auditoria interna do gabinete, combatendo, assim, a burocracia, corrupção e a ineficiência. Os projetos terão como norte melhorias no atendimento das demandas de zeladoria e de acessibilidade, com mudanças na lei orgânica do município obrigando e responsabilizando os órgãos competentes a cumprir prazos, metas e entregar resultados.

 

Roberto Paiva

Quem é

Relações Públicas ,consultor do Sebrae na área de Tecnologia e  Desenvolvimento de Produtos por 10 anos. Casado, quatro filhos, mora na zona norte de São Paulo no bairro de Santana.

Durante anos acompanhei a política principalmente no estado de São Paulo  onde percebi faltar o mais importante, o político que fosse preocupado com o  cidadão, por isso me filiei ao Novo, desde então faço parte de todas as ações  do Partido como voluntário.

A ideia central é fazer com que todos os eleitores participem da formulação de leis municipais através de manifestações regionais e comunitárias ligadas com as demandas  locais. Caberá ao vereador orienta- los para que se faça na legalidade.  Quero fazer parte dessa mudança.

 

Rodrigo Fonseca

Quem é

Paulistano de 40 anos, casado com a Juliana e pai da recém nascida Nina!

Cresci na região de Pinheiros e Vila Madalena, atualmente moro no bairro do Brooklin. Estudei ensino médio no Colégio São Luís, me formei Engenheiro Civil pela Universidade Mackenzie e com Pós Graduação pela POLI-USP. Nos últimos 6 anos atuei no setor de habitação, realizando incorporação e construção de empreendimentos residenciais, após ter trabalhado durante 10 anos com projetos de infra estrutura urbana.

Fiz questão de me filiar para poder contribuir com um novo modo de fazer política e por acreditar que seria o início de uma transformação necessária na política brasileira. Como candidato a vereador em São Paulo quero aplicar na prática os fundamentos do NOVO, mostrando que a prefeitura pode ser mais eficiente e menos oneroso se focar apenas nas obrigações constitucionais: EDUCAÇÃO, SAÚDE, SEGURANÇA e MOBILIDADE, e oferecendo um bom ambiente de negócios para que a iniciativa privada prospere com liberdade.

Cortar despesas e tornar eficiente a atuação do Vereador e da Câmara do Vereadores. Trabalhar para privatizar empresas estatais. Buscar meios e parcerias para melhoria da educação nas escolas municipais e defender a implantação do uso de voucher para educação. Fiscalização do orçamento, das despesas e investimentos do executivo municipal. Fiscalização de obras públicas, seus orçamentos e licitações. Padronização e fiscalização de calçadas para melhoria da mobilidade a pé.

 

Rogério Monaco

Quem é

Casado, pai de duas filhas, formado em Administração na Inglaterra, com MBA pela Dom Cabral. Morou no México através de intercâmbio cultural (Rotary Club). Trabalhou em Londres e Milão, deixou o JP Morgan como Vice Presidente, para retornar ao Brasil. Foi diretor e gerente América Latina para duas trades  multinacionais e sócio de uma consultoria ambiental. Hoje é sócio investidor de uma empresa de arte democrática e outra de importação de vinhos. Extrovertido, sincero, transparente e com uma enorme vontade de servir ao próximo.

Preocupado e inquieto com o rumo que o país está tomando. Indignado com a institucionalização do poder e o descaso do executivo e do legislativo, com a destruição de todos os elos geradores de riqueza e o sucateamento do setor produtivo, com a saúde largada, e a educação que não educa. Inconformado com impostos exorbitantes versus serviços ruins e péssimos, com um país que hoje está em guerra (assaltos, latrocínios, violências sexual, racial, social). Acredita que é no engajamento político que está o melhor caminho para semear a mudança.

Educação: foco no ensino infantil e da primeira infância, com o objetivo de dar condições dignas de estrutura, de currículo e de atividades. Fiscalizar para que os números do Plano Nacional de Educação possam ser atingidos.

Ruas e Bairros: discutir e fiscalizar itens da manutenção urbana e iluminação, minimizando os riscos aos cidadãos.

Gestão Pública: foco na transparência e eficiência da administração pública.

 

Rosana Santarosa

Quem é

Mineira de 37 anos, formada em Engenharia de Computação pela UNICAMP e mestre em Administração de TI pela FGV-SP. Trabalhou na multinacional Siemens na área de Tecnologia da Informação e Comunicação, exercendo suas atividades durante 2 anos na Alemanha e 10 anos em São Paulo. Dedica-se hoje a trabalhos acadêmico-científicos e ao NOVO. Mora na região central de São Paulo no bairro de Santa Cecília, sendo casada e mãe do Beto.

A indignação com a realidade brasileira de corrupção, mau uso do dinheiro público e intervencionismo conduziu Rosana a acompanhar a atuação do NOVO, identificando-se profundamente com suas ideias e valores. Mesmo sem um histórico de envolvimento político, ela aceitou o desafio de se juntar de forma ativa aos agentes de mudança do partido, concorrendo a um cargo eletivo na Câmara Municipal de São Paulo.

Irá se dedicar a projetos de lei que melhorem a mobilidade, segurança e zeladoria no município de São Paulo e que busquem o emprego eficiente da tecnologia como ferramenta de gestão na administração pública. Atuará também na fiscalização do uso e repasse das verbas do município, além de acompanhar a execução dos projetos.

 

Samantha Dangot

Quem é

Advogada paulista de 44 anos, cursa Mestrado pela Fundação Getúlio Vargas, e trabalha na área há mais de 25 anos. Nos últimos 15 anos se especializou como consultora jurídica no ramo imobiliário. Esportista, gosta de pedalar e correr ao ar livre pelas ruas ou parques da cidade.

Conhece e acompanha o Partido NOVO desde seu início em São Paulo, e recentemente resolveu dar ouvidos ao pedido dos amigos para entrar na politica. Acredita que não ter experiência pública, sem os vícios políticos que tanto nos incomodam, é um ponto positivo numa área que tem carência de pessoas qualificadas. Quer levar para a politica boas práticas de gestão e inovação!

Trabalhando com desenvolvimento imobiliário, percebeu que muitas áreas da cidade estão abandonadas ou mal utilizadas. Acredita que com soluções simples e a gestão correta de recursos, essas áreas podem passar a ser utilizadas, e com isso melhorar a qualidade de vida das pessoas que vivem no seu entorno. Quer promover também uma convivência mais harmoniosa entre as pessoas e sua cidade, estimulando a participação de todos para termos uma cidade mais humana. Todos esses aspectos podem e devem ser tratados com propostas de leis buscando o melhor uso das áreas do município, impactando diretamente na qualidade de vida dos munícipes.

 

Thabata Barbosa

Quem é

Paulistana de 30 anos, formada em Pedagogia, percorreu o mundo buscando soluções para a educação. Trabalhou nos últimos 10 anos  com educação, atuando como professora em todos os níveis e como gestora escolar, inclusive em convênio com a prefeitura. Hoje é empresária e atua desenvolvendo metodologias de ensino. Mora na Zona Sul de São Paulo no bairro do Alto da Boa Vista. Nasceu e foi criada no bairro da Vila Matilde na Zona Leste de São Paulo.

Insatisfeita com a política nacional, Thabata Barbosa foi às ruas em 2013, pois acredita no poder do indivíduo para mobilizar a mudança, acredita que pessoas comuns como eu e você são a solução para uma transformação na política nacional.  Nunca havia se filiado a um partido político, sempre se movia individualmente no sentido da mudança na vida de todos nós brasileiros. Como um grupo faz mais barulho que uma pessoa sozinha, resolveu então juntar forças com o Partido NOVO para mudar a política no Brasil, participando mais ativamente das propostas e ideias deste partido, tão parecidas com as suas. Para isso se tornou filiada e pré-candidata a Vereadora pela cidade de São Paulo.

Além do importante papel de fiscalizar as finanças da cidade, estando de olho onde o nosso dinheiro esta sendo empregado. Se dedicará também a elaborar projetos de lei para melhorar a educação da cidade, pois a educação é a base de tudo. Sabendo exatamente como fazer para a educação melhorar, ela elaborou um plano com ideias para esta e outras áreas também muito importantes em nossa cidade. Conheça todas as minhas ideias.

 

Tony Cruyf

Quem é

Paulistano de 38 anos, cristão, casado com Pauliane, pai de duas meninas, formado em Sistemas de Informação e pós-graduado em Análise de Sistemas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Empresário, empreendedor, atua na área de tecnologia e serviços de informática. Mora na zona Norte de São Paulo, no bairro da Freguesia do Ó.

Sempre gostei de assuntos ligados à vida pública de nosso país, desde de 2010 comecei a pesquisar e atuar com mais assiduidade nos bastidores da internet e nas redes sociais. Mas, foi em 2014, indignado com nossa conturbada economia decorrente da corrupção e imoralidade dos nossos políticos, resolvi que era hora de sair dos bastidores e protagonizar uma vida pública real, atuante e simples. Deste modo, me filiei ao partido Novo e hoje sou pré-candidato a vereador na cidade de São Paulo.  

É dever de todo vereador fiscalizar as finanças da cidade em toda sua completude, desde o orçamento até a execução. Deste modo, pretendo trabalhar assiduamente nas tarefas atribuídas ao cargo, além de propor projetos em parcerias com o setor privado que visem melhorias, em creches, escolas, mobilidade e segurança municipal, e ainda, reduzir custos e gastos no gabinete de vereador.

 

Wagner De Leo

Quem é

Administrador de Empresas de 45 anos, com MBA em Finanças pelo IBMEC, Coach formado pelo ICI e Service Designer pela EISE, trabalhou 20 anos no mercado financeiro em corretoras de valores e bancos. Nos últimos 10 anos atua como consultor de gestão, ajudando diversos empreendedores e acionistas em empresas dos mais variados ramos, no desafio de repensar e implantar novos modelos  de gestão.

Inconformado com o nível tão baixo que os políticos chegaram, levando o Brasil a ser considerado um dos países mais corruptos do mundo. Indignado com o tamanho que o governo chegou em todas as esferas, municipal, estadual e principalmente federal. Conclui que só conseguiremos mudar o sistema, se estivermos dentro dele. Estudando todos os partidos, encontrei no NOVO um alinhamento completo com meus ideais, meus valores e com o que acredito que funciona para se fazer uma gestão pública eficiente e de qualidade.

Os alicerces principais da minha atuação como vereador serão uma completa varredura nos desperdícios de dinheiro público, propor projetos que melhorem efetivamente os serviços básicos, implantar um programa de desmobilização do governo para redução da dívida pública além de integrar a sociedade na gestão da saúde, da educação e da mobilidade.

Share this Post

2 Comments on “Candidatos a vereadores de São Paulo pelo NOVO”

  1. Parabéns time do Novo! Inacreditável o currículo dos candidatos! Temos que elegê-los todos! Vamos mudar o país e o novo caminho com gente nova para uma nova realidade!! Obrigado por plantar uma esperança de uma mudança cultural de maior protagonismo das pessoas em um estado mínimo e eficiente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *