O que a cultura de um país pode dizer?

Partido NOVOAndré Bolini, Colunistas, EconomiaLeave a Comment

novo sao paulo
Notas de £5 e £20 do Reino Unido. O que a cultura de um país pode dizer?

por André Bolini

Conforme a História nos mostra, a formação institucional de um país está fortemente ligada à cultura e às ideias que tomam as mentes – votantes ou votadas, em termos políticos – para construir as regras pela qual a sociedade se organizará.

Talvez uma boa maneira de entender o sucesso do Reino Unido como uma nação desenvolvida é compreender a cultura que construiu o arranjo institucional que, hoje, proporciona aos britânicos instituições econômicas e políticas inclusivas.

Como enriquecer uma nação? Permitir que todos possam participar do mercado, sem restringir a liberdade de empreender das pessoas e assegurando seus direitos de propriedade. Enriquecer o povo não é enriquecer o Estado ou os donos do poder é um ensinamento eterno do Pai da Economia.

Não é à toa que um país que leva em conta as ideias de pessoas como Adam Smith e Winston Churchill para influenciar constantemente suas instituições seja um país desenvolvido. O subdesenvolvimento, por sua vez, não é falta de sorte: é ensaiado e ensinado por décadas, antes de sua hegemonia ser quebrada por ideias que questionam o privilégio, o protecionismo e o paternalismo.

Se tudo der certo, um dia, ainda veremos notas do Real com a face do Barão de Mauá, José Bonifácio, Dragão do Mar ou Joaquim Nabuco.

Compartilhe este artigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *